LF Idiomas

Imagem de pessoas levantando as mãos para o artigo sobre como fazer perguntas em inglês.

Como fazer perguntas em inglês?

Saber fazer perguntas é essencial para se comunicar bem em qualquer idioma. Entretanto, cada língua apresenta uma estrutura própria, que deve ser respeitada ao criar frases na forma interrogativa.

Na língua portuguesa, mudamos a entonação de voz no final da frase ou adicionamos um ponto de interrogação na linguagem escrita para fazer perguntas. Em inglês, a estrutura varia de acordo com o verbo principal, podendo alterar a ordem da sentença.

Essas diferenças de estrutura de interrogativas de acordo com o idioma confundem muitos estudantes. Por essa razão, listamos algumas regras da língua inglesa para que todos possam fazer perguntas em inglês de forma correta e sem sofrimentos.

Como fazer perguntas em inglês – estrutura das frases

Verbos auxiliares (auxiliary verbs)

Do e does

Para os sujeitos I, you, we e they, utilizamos do no início da frase.

You have a car.
Do you have a car?
(Você tem carro?)

They speak Portuguese.
Do they speak Portuguese?
(Eles falam português?)

Para elaborar perguntas na 3ª pessoa do singular (he, she e it), usamos o verbo auxiliar does no início da frase.

She works in São Paulo.
Does she work in São Paulo?
(Ela trabalha em São Paulo?)

She eats meat.
Does she eat meat?
(Ela come carne?)

Did

Para fazer perguntas no passado, utilizamos o verbo auxiliar did, independente do sujeito da frase. É importante frisar que as frases interrogativas no passado não conjugam o verbo principal.

He liked this video.
Did he like this video?
(Ele gostou desse vídeo?)

She studied English.
Did she study English?
(Ela estudou inglês?)

They worked last night.
Did they work last night?
(Eles trabalharam ontem a noite?)

You traveled last year.
Did you travel last year?
(Você viajou no ano passado?)

Verbo to be (ser, estar)

Neste caso devemos inverter a ordem do sujeito e do verbo para colocar a frase na forma interrogativa. 

I’m late.
Am I late?
(Eu estou atrasado?)

He is your father.
Is he your father?
(Ele é seu pai?)

They’re from Brazil.
Are they from Brazil?
(Eles são do Brasil?)

She is sick.
Is she sick?
(Ela está doente?)

Modal verbs

Assim como em frases que utilizam o to be, devemos inverter a ordem do sujeito e do verbo para transformar a sentença em uma pergunta.

You can speak English.
Can you speak English?
(Você sabe falar inglês?)

You will play soccer.
Will you play soccer?
(Você jogará futebol?)

You could help me tomorrow.
Could you help me tomorrow?
(Você poderia me ajudar amanhã?)

He would like some coffee.
Would he like some coffee?
(Ele gostaria de tomar café?)

WH – Questions

Na forma interrogativa, utilizamos as question words no início da frase. Dependendo do verbo principal, podemos utilizar verbos auxiliares ou não.

Blue or red: which color do you prefer?
(Azul ou vermelho: qual cor você prefere?)

How do you come to school?
(Como você vai à escola?)

Where do you live?
(Onde você vive?)

How are you?
(Como você está?)

Tempos perfeitos

Nos tempos perfeitos (present perfect, present perfect continuous, past perfect e past perfect continuous), invertemos a ordem do verbo auxiliar e do sujeito da frase.

Has she been living with you?
(Ela tem vivido com você?)

Has he been there recently?
(Ele tem vivido lá recentemente?)

Had they called you before?
(Eles tinham ligado para você antes?)

Had you been working before you arrived here?
(Você estava trabalhando antes de chegar aqui?)

Conclusão

Agora é com você! Construa 2 sentenças simples utilizando as estruturas apresentadas: verbos auxiliares do/does/did, Modal Verbs e WH- Questions

Salve este conteúdo com os seus próprios exemplos e o revise de tempos em tempos para fixar bem as regras. A cada revisão é interessante que você treine adicionando novas frases.

Se você deseja estudar mais a fundo o inglês, entre em contato conosco. Temos cursos personalizados para você atingir os seus objetivos com a língua inglesa. Seja nosso aluno e aprenda um idioma por meio de assuntos do seu interesse.

Por Henrique Vidal Romano, produtor de conteúdo e analista de mídias sociais.

Compartilhe este conteúdo nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.